ANO/MÊS

 

NOVIDADES | EVENTOS

14-10-2010

21º Amadora BD: Passa a Palavra

A 21ª edição do Amadora BD - Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora - abriu as portas no dia 22 de Outubro. A Banda Desenhada transforma a Cidade da Amadora na capital portuguesa da BD e no ponto de encontro internacional da banda desenhada em Portugal.

Este ano, o núcleo central do Festival localiza-se, novamente, no Fórum Luís de Camões, na Brandoa. Situa-se a cerca de 5 minutos (de viatura) do CC Colombo e servido por diversas carreiras da LT oriundas da Amadora, Colégio Militar e Benfica.

O tema central da edição 2010 do Amadora BD é “O Centenário da República”. No Festival deste ano, realce, para as seguintes mostras: A I República na Génese da Banda Desenhada e no Olhar do Século XXI; Schuiten e Peeters; Centenário de Fernando Bento; e uma mostra de Richard Câmara, autor do desenho original dos diversos materiais gráficos e autor português em destaque.

O Amadora BD descentraliza, novamente, exposições por outros equipamentos: Galeria Municipal Artur Bual, Casa Roque Gameiro, Recreios da Amadora e Centro Nacional de Banda Desenhada e Imagem. Este ano, teremos, ainda, exposição na Escola Superior de Teatro e Cinema.

O Amadora BD confirma-se, uma vez mais, como o mais consagrado do género em Portugal e um dos mais conceituados a nível internacional.

Para este ano, o Amadora BD apresenta as seguintes exposições no Forum Luís de Camões, núcleo central do Festival:

- Exposição Central
A I República na Génese da Banda Desenhada e no Olhar do Século XXI

BD, Caricatura, Cinema de Animação
Exposição cronológica, mostrando peças anteriores e posteriores (consequências)
Mostra factos históricos que incluem a Amadora (que foi um importante núcleo republicano) e como se desenvolveu essa influência a nível nacional

Consultores científicos: João Castela Cravo, João Paiva Boléo, Osvaldo Macedo de Sousa e Paulo Cambraia
Projecto de Cenografia: Henrique Cayatte Design

- É de Noite que faço as Perguntas

Making of do livro sobre a História da 1ª República em BD – narrativa ficcionada baseada em factos reais – por 6 autores de BD portuguesa contemporânea: David Soares (argumento), e desenhos de Richard Câmara, Jorge Coelho, João Maio Pinto, André Coelho e Daniel Silvestre Silva

Projecto e Execução de Cenografia: GBNT

- Richard Câmara

Mascotes/ anfitriões das comemorações reeinventados/ redesenhados e trazidos para o século XXI por Richard Câmara, a partir das personagens Quim e Manecas, de Stuart Carvalhais

Projecto e Execução de Cenografia: GBNT

- Centenário de Fernando Bento

Exposição de homenagem comemorativa do centenário do seu nascimento

Projecto e Execução de Cenografia: Natércia Caneira e Teresa Cardoso

- Schuiten e Peeters
A Teoria do Grão de Areia

Prémio Melhor Álbum Estrangeiro e Prémio Juventude 2009
Projecto e Execução de Cenografia: Bleu Lumière, Yves Marechal & Dominique Briand

- Luís Henriques e José Carlos Fernandes
A Metrópole Feérica

Prémio Melhor Álbum Português, Melhor Desenho e Melhor Argumento 2009

Projecto de Cenografia: Catarina Pé-Curto
Execução de Cenografia: Amália Buisson e Catarina Pé-Curto

- Cristina Sampaio
Canta o Galo Gordo

Prémio Melhor Ilustração para Livro Infantil 2009

Projecto de Cenografia: Carlos Farinha
Execução de Cenografia: Carlos Farinha, Eduardo Nunes e Gilberto Gaspar

- City Stories

Projecto de intercâmbio e residência artística dinamizado pelo festival de BD de Lodz (Polónia) com algumas cidades europeias:
Moscovo, Londres, Lyon, Lucca, Lisboa/Amadora
A exposição mostra o processo e os resultados destas residências

Projecto e Execução de Cenografia: Cláudia Gaudêncio e Rui Mecha

- Aude Samama
Visões de Portugal

Exposição em torno dos álbuns:
Lisbonne Dernier Tour;
Amália Rodrigues

Projecto de Cenografia: Nuno Quá, Susana Lanceiro e Susana Vicente
Execução de Cenografia: Carlos Cunha, João Gouveia, Nuno Quá, Susana Lanceiro e Susana Vicente

- Korky Paul
A Bruxa Mimi

Exposição sobre a colecção A Bruxa Mimi, mostrando o processo criativo do autor e a sua evolução

Projecto de Cenografia: Nuno Quá, Susana Lanceiro e Susana Vicente
Execução de Cenografia: Carlos Cunha, João Gouveia, Nuno Quá, Susana Lanceiro e Susana Vicente

- Sean Gordon Murphy

Autor que trabalha para a indústria norte-americana dos Super Heróis.
Trabalhos da revista “Joe the Barbarian”

Projecto de Cenografia: Gilberto Gaspar
Execução de Cenografia: Carlos Farinha, Eduardo Nunes e Gilberto Gaspar

- Colectiva de Anime

Exposição colectiva dos alunos do Departamento de Anime da Universidade Politécnica de Tokyo - Faculdade de Arte
Mostra de arte original e filmes produzidos pelos alunos
Haverá uma intervenção de pintura ao vivo durante a inauguração, feita pelos alunos convidados, que será filmada e passada num plasma durante o Festival

Lusofonia
A Nona Arte em Língua Portuguesa

Portugal, Brasil, Angola, Moçambique
Estará representado um autor por país (Portugal – Nuno Saraiva; Brasil – Jô Oliveira; Angola – Lindomar Sousa; Moçambique – Zorito e Machado da Graça), cujo trabalho seja revelador das particularidades da língua portuguesa falada em cada um deles (linguagem coloquial; termos e expressões locais; diferentes significados das mesmas palavras; etc.)

Projecto e Execução de Cenografia: Ana Couto

- Caretas da República

Exposição dos autores Pê (Pedro Ferreira), Carlos Laranjeira e Ricardo Galvão

- Paulo Monteiro
O Amor Infinito que te Tenho e Outras Histórias

Projecto e Execução de Cenografia: Paulo Monteiro e Susana Monteiro

- Concursos de BD
Tema: A República

Concurso de BD Escalão A
Concurso de BD Escalão A +
Concurso de BD Escalão B
Concurso Municipal Infantil

Além do Forum Luís de Camões, as exposições do Amadora BD são descentralizadas por outros espaços da Amadora:

Galeria Municipal Artur Bual
- Exposição de Luís Diferr

Em torno do álbum Portugal
Casa Roque Gameiro
Ilustração
- Bernardo Carvalho – Prémio Nacional de Ilustração 2009
- Os Quadros da História de Portugal, de Roque Gameiro e Alberto de Sousa

Recreios da Amadora
Cartoon
- O 5 de Outubro na Imprensa Satírica Espanhola
- Augusto Cid, Vangelis Pavlidis e Jean Plantu

CNBDI
- Exposição comemorativa dos 10 Anos

Escola Superior de Teatro e Cinema
- Retrospectiva de Rui Lacas

De referir que no Forum Luís de Camões, na Branoda, as entradas têm vários preços, sendo que o bilhete para o público com mais de 12 anos custa 3 euros. Até aos 12 anos, a entrada é gratuita desde que o menor esteja acompanhado por adulto.
Nas restantes exposições, a entrada é gratuita.

O horário do Festival, no Forum Luís de Camões, é o seguinte:
dom. a 5ª feira e feriado - das 10h às 20h
6ª feira e sáb. - das 10h às 23h

 
| home      | mapa do site      | contactos